O colorido artesanato equatoriano

Acredite, o legítimo chapéu Panamá é feito no Equador
23/03/2014
Quito, mais uma boa surpresa no Equador
23/03/2014

O colorido artesanato equatoriano

O artesanato andino é mais uma atração imperdível para quem visita o Equador e embora ele seja encontrado nas lojas dos shoppings e do aeroporto, o grande barato mesmo é comprar em um dos muitos mercados populares. A profusão de cores e modelos e o assédio dos vendedores, sempre dispostos a regatear, desafiam até os turistas mais arredios às compras.

O lado ruim disso tudo é que desde o ano 2000 a economia do Equador foi dolarizada e, especialmente para nós brasileiros, a conta às vezes pode ficar salgada. Os equatorianos reclamam muito porque dizem que o processo de dolarização lhes custa caro, pois na hora em que o sucre (antiga moeda) sumiu de circulação e foi substituído pelo dólar, os preços subiram vertiginosamente, e mantêm-se até agora nas alturas.

Apesar disso, é possível fazer boas compras nos mercados locais, onde os tradicionais ponchos saem por volta de US$ 20, xales e echarpes supercoloridas ficam entre US$ 5 e US$ 10 e jóias em prata podem ser encontradas na faixa de US$ 3 a US$ 10.

Em Quito, é possível encontrar uma pequena mostra do artesanato da região no Mercado Mariscal, situado em plena área dos grandes hotéis. Mas o ideal mesmo é esticar até Otavalo, o maior mercado de artesanato da América Latina, que fica a duas horas de ônibus de Quito. Famoso por seus tecidos, malhas de lã, jóias em prata e cerâmicas, Otavalo data da época pré-civilização inca e reúne mais de 5 mil indígenas da região. Um táxi cobra cerca de U$ 90 dólares para levar até lá e esperar por mais ou menos duas horas antes de trazer de volta a Quito.

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Prove que você é um ser humano! * Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.