Lençóis Maranhenses – quem ainda não foi, tem que ir!

Lagos Plitvice, na Croácia: um dos lugares mais lindos que já visitamos
18/10/2017
Zagreb: nem pense em passar batido por lá!
07/11/2017

Lençóis Maranhenses – quem ainda não foi, tem que ir!

Pessoal, antes de qualquer coisa: a gente tem vários posts mais antigos dessa maravilha, aqui no blog, mas como esta semana o quadro Lembranças de Viagem (no Face)  foi sobre os Lençóis Maranhenses, muita gente pediu para postar novamente sobre esse destino e por isso resolvemos voltar ao assunto…

Paraíso escondido no Nordeste brasileiro, os Lençóis Maranhenses são a jóia mais cara e mais preciosa do Maranhão. Já estivemos por lá três vezes e sempre queremos voltar!

Criado em 1981, o Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses – com área total de 156,5 mil hectares – integra a Rota das Emoções ( e bota emoção nisso!). As dunas formadas pela força dos ventos criam uma paisagem única e em constante alteração. E, no meio delas, lagoas de águas mornas e cristalinas, acumuladas durante o período das chuvas, pra deixar qualquer um de boca aberta.

Uma das portas de entrada para os Lençóis Maranhenses é a cidade de Barreirinhas, a 250 km de distância da capital, S.Luís. A pequena cidade tem boa estrutura, com hotéis e pousadas para todos os bolsos. O blog se hospedou (à sua própria custa, sem nenhum desconto sequer!) no Porto Preguiça Resort. Chalés simples, mas com conforto e bom atendimento. Visual bacana, comida ótima! A gente recomenda!

O ponto de partida para esse paraíso é, claro, a capital maranhense, S.Luís, sinônimo de gente boa, acolhedora, muita história e gastronomia deliciosa. O povo de S.Luís por si só já valeria a visita! Nós adoramos os maranhenses!

O transporte intermunicipal entre S.Luís e Barreirinhas é uma alternativa para quem prefere fazer o passeio sem intermédio de agências: do Terminal Rodoviário da capital maranhense, saem diariamente ônibus até Barreirinhas e a passagem custa em média R$ 50. A gente alugou um carro em S.Luís e seguiu por conta própria até Barreirinhas. Se você puder, esta é a melhor alternativa, sem dúvida.

Para entrar no Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses, o visitante não precisa pagar qualquer taxa de ingresso, mas precisa estar acompanhado de um guia oficial. O acesso é feito por veículos 4×4, conhecidos como ‘jardineiras’, que na verdade são caminhonetes adaptadas. O passeio não custa mais que R$ 50 por pessoa, em grupos fechados (de até 10 pessoas). Após uma rápida travessia de balsa pelo rio Preguiças (que vale outro post), o caminho é por trilha e áreas alagadas.

O trajeto de 12 km entre Barreirinhas e o Parque é feito em mais ou menos meia hora, caso você tenha sorte de ir num veículo mais novo. Já nas jardineiras antigas, o trajeto pode demorar até 40 minutos, porque é feito por outro caminho. Dentro do parque as caminhadas são feitas em ritmo de sobe e desce de dunas e exige algum preparo, mas a paisagem é de tirar o fôlego. Leve água, chapéu, óculos de sol e muuuito protetor solar. E, por favor, recolha e traga de volta o lixo que produzir, porque a natureza agradece e a boa educação também!

Até o mês de setembro os visitantes podem contemplar as dunas e tomar banho nas lagoas formadas pela combinação da água das chuvas e da elevação dos lençóis freáticos. Em compensação, no segundo semestre as lagoas ficam muito baixas, quase secas e o visual e o banho ficam prejudicados.

Ainda vamos fazer um post sobre a cidade de Barreirinhas e também sobre o passeio pelo rio Preguiça que banha a cidade e que leva esse nome por causa do bicho-preguiça, animal típico da região. Maranhenses de plantão, mandem dicas pra gente compartilhar!

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Prove que você é um ser humano! * Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.