Lagos Plitvice, na Croácia: um dos lugares mais lindos que já visitamos

Onde comer em Split, na Croácia
09/10/2017
Lençóis Maranhenses – quem ainda não foi, tem que ir!
31/10/2017

Lagos Plitvice, na Croácia: um dos lugares mais lindos que já visitamos

Considerado Patrimônio da Humanidade pela UNESCO, o Parque Nacional dos Lagos Plitvice (Plitvička Jezera) é a coisa mais incrível que você vai encontrar na Croácia! É como estar no paraíso, é mágico, é lindo! Se tiver que escolher um único lugar, escolha este aqui.

O Parque fica entre Zagreb, a capital e a cidade de Zadar. Podem ser visitados o ano todo, apesar de nevar na região durante o inverno. Se você puder ir num dia de sol, isso é garantia de muita beleza e muitas fotos sensacionais, mas evite ir na alta temporada (julho, agosto e início de setembro) quando o parque fica entupido de gente e é simplesmente impossível apreciar sua beleza.

 

São quase 20 hectares de montanhas de mata fechada e muitos lagos interligados por cachoeiras e quedas d’água altíssimas. A cor verde esmeralda da água ocorre devido à presença de muitos minerais. Às vezes, ela é azul turquesa, às vezes verde, bem verde mesmo, mas sempre transparente e pura. Aos animadinhos, a gente vai logo avisando: é terminantemente proibido nadar ali.

 

O Parque abre o ano todo, inclusive aos domingos e feriados e possui três entradas que funcionam das 7h às 18h entre abril e outubro (fique ligado se for no inverno, porque só a entrada 1 abre nesta época).

Para caminhar em meio aos lagos há enormes passarelas de madeira que foram construídas bem pertinho da água e embora sejam bem estreitas, a caminhada é segura.  Um alerta: o lugar não é adequado para pessoas com dificuldade de locomoção, porque você tem que caminhar bastante, subir e descer degraus e até mesmo explorar cavernas. Isso, claro, as cavernas, não são obrigatórias, mas é uma parte do passeio que vale muito a pena fazer. A gente ainda vai fazer outros posts sobre elas.

 

 

 

A gente subiu numa caverna de 80 metros de altura e a vista, lá do alto, é simplesmente deslumbrante. Mas é uma subida (por degraus, na rocha) íngreme e cansativa!

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Prove que você é um ser humano! * Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.