Cataratas do Iguaçu, um paraíso brasileiro que merece ser visitado

10 ótimos restaurantes de Miami Beach
03/12/2017
Cataratas do Iguaçu – o que levar na mala
19/03/2018

Cataratas do Iguaçu, um paraíso brasileiro que merece ser visitado

Acabamos de voltar das Cataratas! E foi incrível! Não sei dizer se esta é a melhor época para ir até lá, mas passamos 6 dias e todos os dias foram ensolarados, embora muito quentes (temperatura em torno dos 34 graus). É um programa para no mínimo 4 dias, sendo o ideal entre 5 e 6 dias e, se possível, que não seja final de semana, quando a região fica tomada por turistas e sacoleiros.

Nosso programa foi assim:

Primeiro dia – estávamos cansados da viagem e ficamos explorando a cidade, no caso Missiones, na Argentina, porque queríamos mesmo ficar num lugar menor do que Foz. O visual lá do alto, na chegada a Foz, é esse aí…

 

Segundo dia – fizemos a visita a Itaipu Binacional. Escolhemos o tour especial (mais completo), com três horas de duração. Pensa que é muito? Não é! A visita é muito agradável, você anda bastante de ônibus lá dentro, tudo com ar condicionado, tudo limpíssimos, funcionários muito gentis e super bem preparados para responder a todas as perguntas possíveis. O tour completo custa cerca de R$ 80 por pessoa e vale! É um programa que não pode perder!

 

Aqui a gente fazendo pose na sala de controle!

À tarde, fizemos a visita ao Parque Nacional do Iguaçu, no lado brasileiro, em Foz do Iguaçu. Oportunidade de ver as cataratas de pertinho, pertinho mesmo, cerca de 2 metros, tomar um banho (vá preparado!) e fazer fotos incríveis.

Na saída, ainda demos uma passadinha rápida no Templo Budista, que fica bem próximo e que também merece ser visitado. Lugar de muita paz e contemplação! Uma visita que vale fazer, não importa a sua crença.

Terceiro dia – Às compras em Ciudad del Leste, que ninguém é de ferro! Este é um passeio que dura o dia inteiro e você tem que ir preparado: sandálias muito confortáveis (pode ser Havaianas), filtro solar, uma bolsa pequena com documentos e dinheiro, óculos de sol, um chapéu, bermuda e camiseta; melhor não dá muita pinta de turista (esqueça as câmeras e, por isso mesmo, não temos fotos!);

Quarto dia – o melhor de todos! Visita às cataratas, do lado argentino.

Faça o passeio Gran Aventura (cerca de 200 reais por pessoa) que incluí a parte terrestre e aquática. Pode separar o dia para isso! E, mais uma vez, vá preparado: short e camiseta (de preferencia em material que seque rápido), sandália Havaiana ou papete, protetor solar, óculos de sol ou de natação (imprescindíveis, você vai saber o motivo), uma pequena bolsa de plástico ou uma mochila impermeável e coragem!

Quinto dia – nós optamos por ficar no hotel, curtindo as maravilhas do lugar que era simplesmente incrível (Loi Suites Hoteles); mas, caso você fique hospedado num lugar mais simples, use esse dia para bater perna, voltar às compras ou conhecer o Parque das Aves, em Foz, que a gente perdeu.

Sexto dia – foi o dia de voltar para a casa, não sem antes empacotar as bugingangas todas e fazer caber em uma mala de 23Kg, que já estava cheia de roupas. Perde-se muito tempo na fila da alfândega, no aeroporto de Foz e a gente aconselha chegar, na pior das hipóteses, 2 horas antes do voo. Nos próximos posts, todos os detalhes! Aguardem!

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *