A comida húngara

A Basílica de Santo Estevão
12/09/2013
O “joelho de porco” húngaro
12/09/2013

A comida húngara

Sem dúvida, o goulash é um patrimônio nacional húngaro que foi exportado para diversos países próximos, sendo popular na Áustria, Alemanha, Polônia e República Tcheca. É difícil encontrar um restaurante em Budapeste que não sirva um bom goulash. Peça sem medo.

A comida na capital húngara pode ser exótica e gratificante ou simplesmente uma refeição para esquecer, especialmente por causa dos problemas com o idioma, que se você não dominar e se o menu não estiver em inglês, complica mesmo. Pratos muito pesados, com pouco tempero e sem muita inspiração são comuns, principalmente em restaurantes voltados para turistas – evite a rua Vaci, pretenso polo gastronômico local que é a típica pegadinha para viajantes desavisados. Espere encontrar muita carne (de frango, de peru, de porco e de animais de caça, principalmente), muita páprica e muito purê de batata, batata assada, batata cozida, batata frita…

Aqui, duas opções de boa comida a preços justos:

– Azsindelyes Étterem és Pálinkaház (rua Mester, 13). O restaurante de nome fácil tem ambiente animado e, mais importante, ótimos pratos – além de um cardápio em inglês. Aproveite a visita para provar a Pálinka. O destilado de frutas, que surgiu inicialmente como remédio para curar a artrite do rei Carlos 1º, no século 14, é um aperitivo revigorante para dar início às celebrações da gula.

– Csalogány 26 (rua Csalogány, 26). O restaurante de bairro tem fachada discreta e talvez por isso passe despercebido pela maioria dos turistas. O Csalogány conseguiu, no entanto, chamar a atenção do Guia Michelin, que agraciou o estabelecimento com o título BIB Gourmand, dado a lugares que servem boas comidas a preços razoáveis. A culinária é típica húngara, mas com toques contemporâneos.

Share

1 Comentário

  1. Dárcia disse:

    Adorei a dica! Se estava em dúvida, agora estou empolgada em seguir este roteiro e parabéns pelo blog! Fantástico!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Prove que você é um ser humano! * Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.